Posts Tagged ‘área de trabalho’

Dicas do Google Chrome.

Dailo Jr. - O Kbeção Posted in Tutoriais,Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
1

Vamos passar cinco dicas básicas, para você que usa esse navegador da Google deixar seu Chrome muito mais legal e sem prejudicar o desempenho.

TEMAS:

Cansou do visual minimalista do Google Chrome? Que inovar? Experimente temas para deixar as janelas de navegação mais bonitas. Para isso procure por sites com temas do navegador (existem vários), como os seguintes:

Escolha o tema desejado e clique no botão Apply Theme. A única chatice do sistema de temas do Chrome é que não dá para escolher entre várias opções de temas diretamente no seu PC e a cada troca é necessário visitar o site em busca de outro tema…

O PODER DOS COMANDOS:

Coisa comum aos softwares de código-fonte aberto é que eles adotam opções de linha de comando para personalizar ou automatizar tarefas, e com o Chrome não é diferente!

Se você quiser usar dos comandos a seguir com frequência, você poderá criar atalhos em sua área de trabalho já com os comandos  imbutidos para acioná-lo de imediato. Como fazer? Simples! No windows crie um atalho na sua área de trabalho para o Google Chrome. Clique com o botão direito do mouse e clique em Propriedades.

No campo de comando, onde você vê “chrome.exe” digite as seguintes opções após o comando, para obter os seguintes resultados:

  • chrome.exe –incognito – Roda o aplicativo sem guardar informações pessoais nem histórico de navegação.
  • chrome.exe –disable-plugins – Desliga os plugins, mostrando apenas texto e imagem (só útil em caso de internet muito lenta).
  • chrome.exe –disable-popup-blocking – Libera a exibição de pop-up, algo muito útil para acesso a sites onde existem serviços importantes ativos em janelas de pop-up. Usando esse recurso, você pode deixar seu Chrome configurado para bloquear pop-up e quando você quiser navegar com pop-up, ao invés de configurar o navegador novamente, basta abrir o atalho com o comando.
  • chrome.exe –restore-last-session – Força o Google Chrome a restaurar a última sessão aberta do aplicativo e todas as guias que estavam abertas.

DE OLHO NA MEMÓRIA:

Se seu Google Chrome começar a consumir memória feito louco, é hora d descobrir qual a guia do mesmo está provocando isso. A forma mais simples de fazer isso é teclar Shift+Esc.

Será mostrada uma janela com o consumo individual de cada guia. Ela também lista o uso de memória pelos plugins em uso (flash, google gears, etc). Caso uma janela esteja travada, clique no item correspondente a ela e depois em Encerrar Processo.

Se você quiser mais detalhes, digite: about:memory, na barra de endereço do Google Chrome.

MOUSE AFIADO:

Grande maioria das pessoas não sabem que aquela rodinha no meio dos botões do mouse (o scrooll) também é um botão e tem suas funcionalidades, além de rolar a tela para cima e para baixo.

No Chrome, em específico, existem 3 atalhos úteis para o terceiro botão do mouse:

  • Clicar com a “rodinha” em um link – Carrega automaticamente o link em uma nova guia.
  • Clicar com a “rodinha” em um link, segurando a tecla Shift  – Além de abrir o link em uma nova guia, ainda ela ganha foco automático.
  • Clicar com a “rodinha” em uma aba de uma guia aberta – Fecha a guia em que você clicou.

Esse truque também funciona com as versões mais recentes do Mozilla Firefox. Pronto! Agora você já sabe usar sua “rodinha”! (kkkkkk)

CHROME COM INTERNET EXPLORER:

No mesmo estilo da extensão “IE Tabs”do Firefox, o Chrome Plus (http://chromeplus.softonic.com.br/) é um navegador baseado no Chrome que pode abrir abas que empregam o mecanismo do Internet Explorer para exibir as páginas da Internet. Dessa forma, é uma boa opção para abrir sites que são carregados corretamente apenas pelo navegador da Microsoft.

Espero que tenham gostado! Até o próximo!

Dailo Gonçalves de Aquino Júnior

Administrador “O Kbeção.com.br”

Linux (Ubuntu) com cara de MAC…

Dailo Jr. - O Kbeção Posted in Tutoriais,Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
2

Para quem não tem dinheiro para comprar uma licença de Windows 7 e modificar o tema para ficar parecido com o MAC e que também não tem dinheiro para comprar um MAC, damos uma dica de como deixar seu Ubuntu com cara de um MAC.

Veja algumas imagens abaixo de como o seu pinguim pode ficar bacana e elegante:

Você é fã do visual do MAC, mas adora as funcionalidades do Linux, ou simplesmente adora Linux e não quer ter um MAC, mas acha muito legal o visual da Macintosh, há uma forma de vestir o seu pinguim com uma roupa quase idêntica ao  Mac OS X.

O segredo está no pacote Mac4Lin (http://sourceforge.net/projects/mac4lin/files/latest/download). Ele traz temas, ícones e papéis de parede no padrão Mac OS X. Antes de começar a instalar tudo, acesse Sistema > Administração > Gerenciador de Pacotes Synaptic.

Procure por Awn Manager, clique nele, e com o botão direito escolha Marcar Para Instalação. Ao final da instalação, será preciso abrir o menu de preferências do Awn Manager, dentro de onde o Mac4Lin foi descompactado.

Acesse também Sistema > Preferências > Aparência e carregue os temas dentro da pasta do Gtk do Mac4Lin.

Maiores informações e imagens em:

Um abraço a todos e espero que tenham gostado!

Até o próximo!

Dailo Gonçalves de Aquino Júnior

Administrador “O Kbeção.com.br”

Dica rápida – Jump Lists do Windows 7 pelo teclado.

Dailo Jr. - O Kbeção Posted in Tutoriais,Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
2

Sabe as “Jump Lists do Windows 7″?

Aquelas telinhas pequenas com opções de comandos que abrem quando você passa o mouse sobre o ícone de um aplicativo aberto e que está minimizado na barra de tarefas…

Pois para abrir um Jump List diretamente sem ter que tocar no mouse basta usar o atalho Windows+Alt+”n”, onde Windows é a tecla do com símbolo do windows no teclado e o “n” é o número que representa a posição do aplicativo minimizado na sua barra de tarefas.

Por exemplo, se a ordem dos aplicativos forem: Windows Explorer, Media Player, Firefox, Outlook, Word e Internet Explorer, quando você teclar “Windows+Alt+3″ você abrirá a Jump List do Firefox. Já “Windows+Alt+5″, abrirá a Jump List do Word, e assim sucessivamente!

Abraço a todos!

Dailo Gonçalves de Aquino Júnior

Administrador “O Kbeção.com.br”

 

Windows 8? Ainda não, em breve, mas já dá para ter uma idéia…

Dailo Jr. - O Kbeção Posted in Tutoriais,Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
0

Para quem ainda não sabe a Microsoft está trabalhando na confecção de seu novo sistema operacional, o Windows 8 (http://windows.microsoft.com/pt-BR/windows-8/preview).

O novo sistema operacional promete muitas novidades, principalmente na área de trabalho. No lugar de ícones, por exemplo, o novo sistema trará aplicativos em blocos coloridos que lembram muito o Windows Phone (http://www.microsoft.com/windowsphone/pt-br/).

Veja imagens:

Tela da área de trabalho.
Teclado virtual sensível ao toque!
Tela de bloqueio personalizada!

Se você é daqueles que não aguenta esperar, você pode já ir tranformando seu Windows 7 ou Vista no Win 8. Como? Vamos ver.

Estilo e personalização:

Para começar você deverá instalar o Windows 8 UX Pack (http://www.baixaki.com.br/download/windows-8-ux-pack.htm).

Windows 8 UX Pack é um tema que altera elementos do seu computador para deixar sua aparência próxima àquela que seria a do Windows 8. Com ele, basicamente, o que acontece é a inserção de uma figura à direita do relógio do Windows (por meio da qual você consegue acessar opções para desligar ou reiniciar o sistema, por exemplo) e a alteração da figura apresentada na tela de logon do Windows.

Se você está à procura de itens que sejam capazes de lhe ajudar a transformar seu sistema operacional em um legítimo Windows 8 (ou quase), Windows 8 UX Pack é essencial por mudar dois aspectos do SO, inserindo um menu de opções à direita da tela e mudando a figura do logon. Claro, apenas isso não transforma o Windows 7 em 8, portanto, você ainda precisa instalar outros  temas para uma mudança completa.

Windows 8 UX Pack: seu PC após instalado!

Menus de cara nova:

Além de enfeitar a área de trabalho, o Window Metro IM (http://www.baixaki.com.br/download/window-metro-im-theme.htm) dá um toque de Windows 8 no menu iniciar, na barra de tarefas e nas janelas do Windows Explorer.

MAS ANTES DE UTILIZAR ESSE PACOTE É NECESSÁRIO INSTALAR O UXTheme Patch for Windows 7 (http://www.baixaki.com.br/download/uxtheme-patch-for-windows-7.htm).

Window Metro IM Theme é um tema para Windows 7 responsável por deixar o sistema operacional com características visuais semelhantes àquelas já reveladas (ou vazadas) acerca do Windows 8. Sua instalação é um pouco trabalhosa, porém não é difícil: basta copiar parte dos arquivos para a pasta de temas do Windows.

Cada vez mais novidades aparecem sobre o Windows 8 e já se sabe que o lançamento provável acontecerá em 2012.

Com este tema você consegue alterar a aparência de grande parte do Windows 7, como o Menu Iniciar, a Barra de tarefas, o Windows Explorer, entre outros detalhes. Abaixo você encontra explicações para fazê-lo funcionar (já que não basta apenas executar o arquivo THEME).

Primeiramente, extraia o arquivo baixado, abra a pasta “Packages” e acesse “Uxtheme Patch”. Execute o “Uxtheme Patch.exe” certo para a versão do seu Windows: “x64” para 64 bits ou “x86” para 32 bits. Clique sobre os três botões “Patch” e reinicie o computador.

De volta à pasta principal do Window Metro IM Theme, abra “Theme” e copie os itens “Window Metro IM” e “Window Metro IM.theme”. Vá até a pasta C:/Windows/Resources/Themes, cole os itens e execute o arquivo THEME. Pronto, agora grande parte das alterações já foi realizada.

Instalando o UX Theme!

Você pode também tentar alterar o ícone do Menu Iniciar e a aparência da Barra de tarefas por meio de programas presentes no arquivo baixado (pasta “Packages”). Porém, caso não queira arriscar estragar arquivos do sistema, é melhor não mexer com eles – ou então, crie um ponto de restauração antes de continuar.

Em “Packages”, a “Windows Theme Installer” contém um executável por meio do qual você deve selecionar arquivos do sistema para alterar (via “Browse”) e usar “Install Theme” para mudá-los – a opção “Restore Default System Files” os retorna ao normal.

Na pasta “Start Orb Changer”, execute o único arquivo lá presente, clique sobre “Select & Chage Start Button” e procure em Theme > System Files > Start Orb BMP a imagem para alterar o ícone do Menu Iniciar – use a opção “Restore Original Explorer Backup” para restaurar o ícone original.

O visual do Window Metro IM Theme é bastante parecido com aquilo já visto em apresentações feitas do Windows 8 – isso é ótimo, pois agrada ao usuário que deseja deixar sua Área de trabalho com a aparência do SO. Contudo, quem instalar sem saber como o Windows 8 será provavelmente não vai gostar: o tema remove efeitos de sombra e do Aero, deixando o Windows 7 muito estranho.

Uma vez que a instalação do Window Metro IM Theme não funciona como a de outros temas do Windows 7, não é injusto considerá-la complicada: afinal, é preciso alterar arquivos do sistema para transformar o SO por completo, por exemplo, o que não é recomendado para usuários iniciantes.

Outro problema do Window Metro IM Theme é a existência de apenas um papel de parede e o fato de não alterar os esquemas de sons do PC, obrigando o usuário a adicionar manualmente mais imagens para não alterar o visual de Windows 8 proporcionado pelo tema.

Atalhos espertos:

A novidade agora é o Win8Menu (http://www.baixaki.com.br/download/win8menu.htm), um aplicativo leve e prático que permite ao usuário ter o menu lateral apresentado na versão para tablets do Windows 8, além de outros recursos visuais.

A vantagem do Win8Menu é que o usuário não precisa instalar nada para utilizá-lo. Tudo o que você precisa fazer é descompactar o conteúdo do arquivo baixado em qualquer pasta do computador e clicar duas vezes sobre o executável “Win8Menu”.

Não há muito segredo na utilização do Win8Menu, o usuário só precisa se adaptar às mudanças que ele faz. Ao executá-lo, uma tela com data e hora será exibida, contendo também um menu lateral à direita da janela.

Como no Windows 8, basta arrastar a tela para cima para que outra funcionalidade seja exibida: uma espécie de Favoritos da internet. Twitter, YouTube, Grooveshark, Last.fm, Facebook e Google são alguns dos serviços que podem ser facilmente acessados a partir da função.

Levando o mouse para o ponto mais à esquerda no monitor, o usuário tem acesso ao que pode ser considerado o “Alt+Tab” do aplicativo. Clicando sobre a barra de ferramentas exibida e arrastando o mouse no sentido do centro da tela, as janelas das aplicações em execução passam a ser mostradas maximizadas.

Do lado oposto, outra barra de ferramentas pode ser vista, a qual abriga funcionalidades como “Search”, “Share”, “Start”, “Connect” e “Settings”. Boa parte das opções não foram implementadas, e os botões estão ali apenas para enfeitar e deixá-la igual à Barra do Windows 8.

Win 8 Menu
Win 8 Menu

Se você estiver tendo problemas na instalação poderá ver um pouco mais sobre o Win 8 Menu no YouTube:http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=gPvDKl8TYUQ

Conclusão:

Eu mesmo não testei essa transformação, até porque, com já falei em posts anteriores, utilizo o iOS Lion, no meu MacBook Pro.

Mas para quem está muito curioso, fica a dica. No YouTube, no link enviado ali em cima existem vários tutoriais em vídeo que podem auxiliar você a configurar seu Win 7 em um Win 8.

Espero que dê certo, e solicito, inclusive que vocês postem suas experiências aqui para a gente saber se deu certo!

Forte abraço e até o próximo post!

Dailo Gonçalves de Aquino Júnior

Administrador “Kbeção.com.br”

GMAIL notifier plus! Simplesmente SHOW!

Dailo Jr. - O Kbeção Posted in Tutoriais,Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
1

A nova barra de tarefas do Windows 7 tem vários recursos bacanas, como a exibição de informações rápidas, etc. Basta passar o mouse sobre o ícone do programa para ter uma prévia dele. Mas pouco aplicativos por enquanto utilizam esse recurso.

Uma das exceções é o Gmail Notifier Plus (http://gmail-notifier-pro.softonic.com.br/download). Ele mostra as últimas mensagens do webmail sem precisar de qualquer clique!

Configurando seu Gmail Notifier Plus!!!

Isso mesmo! Para criar um novo e-mail basta clicar com o botão direito do mouse no ícone programa, na barra de tarefas e escolher “Criar E-mail”.

Para completar, o número de novas mensagens é mostrado diretamente no ícone do programa na barra de tarefas.

Para quem tem gmail, vale MUITO a pena baixar e experimentar!

Um abraço a todos!

Dailo Gonçalves de Aquino Júnior

Administrador “Kbeção”

Atalhos do Windows 7!

Dailo Jr. - O Kbeção Posted in Tutoriais,Tags: , , , , , , , , , , , , ,
3

Se você é como eu que adora um atalho para facilitar sua vida, segue abaixo uma relação dos principais atalhos nativos do Windows 7. Com certeza serão muito úteis:

Tecla Windows + Home = Minimiza todas as janelas menos a que está em uso no momento.

Tecla Windows + Espaço = Deixa todas as janelas transparentes, mostrando o Desktop (o mesmo efeito é obtido movendo o cursor do mouse ao canto inferior direito da tela).

Tecla Windows + Setas à esquerda ou à direita = Move a janela para esquerda e para a direita (se você usar com a tecla Shift você pode mover a tela para um segundo monitor).

Tecla Windows + G = Mostra widgets adicionados ao desktop.

Tecla Windows + T = Alterna entre os itens na barra de tarefas.

Tecla Windows + P = Em micros com mais de um monitor, modifica os modos de exibição.

Tecla Windows + Sinais de + ou - = Controla o recurso de zoom no desktop.

Tecla Windows + números de 1 a 5 = Escolhe uma aplicativo conforme a ordem na barra de tarefas.

Tecla Windows +  X = Em um notebook carrega o windows mobility center, que exibe informações sobre bateria, rede sem fio, etc.

Shift + Clique em um item da barra de tarefas = Abre uma nova instância do programa (o mesmo efeito é obtido clicando com o botão do meio do mouse).

Tecla Windows + D = Mostra a área de trabalho, minimizando todas as janelas abertas.

Tecla Windows + Break = Exibe as propriedades do sistema.

Tecla Windows + M = Minimiza as janelas abertas.

Tecla Windows + E = Abre o Windows Explorer.

Tecla Windows + Shift + M = Restaura as janelas minimizadas.

Tecla Windows + U = Abre o gerenciador de utilitários.

Tecal Windows + R = Abre a caixa “executar” do menu iniciar.

Espero que tenham gostado da dica!

Dailo Gonçalves de Aquino Júnior

Administrador “Kbeção”

Dica – Organizando sua área de trabalho.

Rafhael Medeiros Cunha Posted in Tutoriais,Tags: , , , , , , , , , ,
1

Gostaria de deixar sua área de trabalho bonitinha igual a minha?

É FÁCIL:

Ela ficará estilo os meus ícones ali de baixo (veja na figura). Conforme você clica no que você quer, ele executa o programa.

Utilize o RocketDock .

Um ótimo programa para quem quer organizar sua área de trabalho, pois,  você pode alterar tudo: letras, tamanho, efeito quando passa com o mouse por cima e até mesmo ícones que você encontra no próprio site do programa para download. Este programa é facil de encontrar, pesquise no google por RocketDock.

Eu aconselho baixar no BAIXAKI: http://www.baixaki.com.br/download/rocketdock.htm

Veja a opinião e descrição do site BAIXAKI:

A briga mais famosa do mundo tecnológico acontece há mais de 20 anos: Microsoft x Apple. Cada lançamento ou novidade anunciado nos sistemas dessas empresas é aclamado por geeks no mundo inteiro, fãs tanto de uma companhia como de outra.

Agora, se você não toma partido nessa disputa e gosta do Windows, mas também aprecia algumas ferramentas dos Mac OSX, nada como dar um jeito de ter um pouco de cada sistema no seu computador.

O RocketDock é uma ferramenta que instala um dock para o Windows, deixando o seu SO com um visual único e muito mais prático. Com ele você poderá excluir boa parte daqueles ícones que mal deixam você enxergar qual é o papel de parede e, de quebra, ter atalhos úteis para algumas das principais ferramentas do sistema – bem como para as aplicações que você quiser.

RocketDock

Adicionar ícones ao RocketDock é muito fácil: basta que você arraste o atalho desejado para “dentro” do dock propriamente dito e solte-o na posição que mais lhe agradar – o novo caminho surgirá instantaneamente. Depois, é só clicar sobre o programa inserido para acessá-lo.

Uma das maiores qualidades do RocketDock é o fato de que o programa permite um bom grau de personalizações. Você pode alterar algumas diretrizes do seu funcionamento, para deixar tudo adaptado ao seu desktop.

Para acessar o seu menu de configurações, basta clicar com o botão direito do mouse sobre uma área vazia do aplicativo e depois selecionar a opção “Dock Settings…”.  A primeira alteração importante que você pode realizar é mudar a língua do aplicativo. Isso porque ele apresenta a opção “Português do Brasil”, algo capaz de ajudar muito no entendimento das outras ferramentas do software.

RocketDock

Todas as outras utilidades se encontram separadas em pequenas seções no menu de configurações do programa:

  • “General” – Além de permitir a mudança da língua utilizada no RocketDock, aqui você também pode configurar outras diretrizes, como se o aplicativo deve iniciar junto com o Windows ou se os programas devem ser minimizados para o dock, por exemplo;
  • “Icons” – Seção na qual você personaliza o comportamento dos ícones, definindo os seus tamanhos (e, consequentemente, o tamanho do RocketDock no desktop), transparências, zoom e qualidade;
  • “Position” – Aqui você determina o posicionamento do dock na tela, podendo movê-lo para qualquer um dos lados. Além disso, é possível também configurar a sua centralização e se ele deve sempre ficar visível;
  • “Style” – Em “Style”, o usuário escolhe o tema do RocketDock, a fonte a seu utilizada, a opacidade dos efeitos e também as suas cores;
  • “Behavior” – Nesta seção, você configura o “comportamento” do programa, como qual deve ser o efeito dos ícones quando o mouse é posicionado sobre eles;
  • “About” – Informações gerais sobre o software.RocketDock

Além de acessar as configurações do RocketDock, o botão direito do mouse também permite algumas outras ações dentro do programa, como a ferramenta “Icon Settings”. Nela você é capaz de escolher os ícones de cada atalho, além de poder definir também qual será o nome da aplicação acessada, “Word 2010”, por exemplo.

O RocketDock traz uma função (dos sistemas Mac) famosa e apreciada por muitos diretamente  para o desktop do seu Windows – e o faz de maneira simples e personalizada.

A instalação do programa acontece normalmente e sem “surpresas” para o usuário. Deve-se destacar também que, se algumas das grandes reclamações quando o assunto são docks para o Windows dizem respeito a problemas de incompatibilidade e travamentos, não ocorreram quaisquer ocorrências com o RocketDock durante os nossos testes.

Além disso, o consumo de memória RAM do aplicativo quando ele está em funcionamento é bastante pequeno, ficando, em média, na faixa dos 11 megabytes.

A utilização do programa é tranquila e adicionar atalhos ao software é fácil, uma vez que basta arrastar os ícones desejados para dentro do dock. Como ponto negativo, o fato de que os atalhos que já vêm junto com o aplicativo não “puxam” os ícones originais das aplicações.

O grau de personalização do RocketDock é muito satisfatório e, por trazer a tradução para o português, facilita na sua utilização. Ao permitir a mudança do posicionamento do dock na tela, o programa deixa que o usuário configure o desktop da maneira que quiser. Além disso, existem também temas para o programa, capazes de fazê-lo bastante flexível, uma vez que assim ele pode combinar com qualquer papel de parede que você escolher.

Se você procura um aplicativo do gênero para instalar no seu Windows, RocketDock é uma boa alternativa e merece uma conferida.

Até o próximo tutorial!

Rafhael Medeiros Cunha

Administrador “Kbeção”